domingo, 19 de julho de 2015

Sabe aquela bela passagem de "QUEM NUNCA PECOU QUE ATIRE A PRIMEIRA PEDRA?"

Tanto nos manuscritos mais antigos de João, como nos Codex Sinaiticus, e o Novo testamento do Codex Vaticanu, não existe o causo da MULHER ADULTERA; pois a Pericope do “ATIRE A PRIMEIRA PEDRA QUEM NUNCA PECOU” foi inventada quando foram anexados desenhos a Bíblia do Rei Jaime I.
Na pagina nº 348 do Codex Sangallensis, que foi escrito em torno do ano 900, tem um espaço em branco onde deveria haver a história da Mulher adultera, “relatado” por João em 8:11.
Nesse Codex o texto termina em João 7:53, estando ausentes os versos 8-11, assim como, ocorre em outros antigos relatos, como o Codex W/032.

A máxima existente em Mateus 7, Não julgueis, para que não sejais julgados, pois, com o critério com que julgardes, sereis julgados; e, com a medida com que tiverdes medido, vos medirão...
É só uma forma subliminar de fazer crer que agora viveríamos sob a autoridade de Cristo, e não mais sobre a tutela dos antigos costumes judeus.

Como no caso de adultério a Lei de Moisés obrigava que os 2 adúlteros (a mulher e o amante), fossem levados a um Tribunal, e questionados pelos juízes...
O que segundo o relato, não foi feito; ao invés do que seria o certo, trouxeram somente a mulher, e questionaram o que fazer a um individuo sem a autoridade legal para decidir (Yesus).
Uma análise mais atenta desqualifica a veracidade do relato, em tela, pois pela Lei judaica esse causo nunca poderia ter acontecido da forma como é mostrado.
No apedrejamento do casal flagrado em adultério, o marido seria o primeiro a apedrejar os adúlteros.
Pois "Se um homem for encontrado deitado com MULHER que tenha marido morrerão ambos, o homem que tiver se deitado com a MULHER, e a MULHER.” (Deut 22:22).
O “Novo Testamento” fez de conta que os fariseus estariam tentando descobrir qual seria a resposta de Yesus, e maliciosamente trouxeram até Yesus uma mulher chamada Maria Madalena que fora apanhada em adultério, e que teriam perguntaram a Yesus se ele concordava que a Lei de Moisés fosse cumprida?
Mas mesmo a personagem Jesus devendo dar o exemplo de que a Lei é dura, mas precisa ser cumprida.
Jesus teria preferido cometer uma apostasia e mostrar que qualquer um tem autoridade para censurar alguma Lei, ainda que supostamente feita por Moisés, desde que se tenha razão.



2 comentários:

  1. Se a perícope não existiu, como você afirma, tu bem, mas caso contrário associar a mulher pega em adultério com Maria Madalena é um erro grosseiro. São histórias totalmente distintas.

    ResponderExcluir
  2. creio de fato que os senhor aditor da pagina acima nao so nao leu a bliblia como nao pediu do mesmo o espirito santo interpletaçao de que nele foram ditas de fato o senhor jesus nunca dizia diretamente e sim atraves de parabolas como enigmas ...so os sabios interpletariam o que ele dizia se realmente tivessem em esperito santo...nao queira dizer como minha mae que a biblia e so mas um libro editado por autores homens comuns pois deles foram tirados direto do CEUS assim leva ti a crê que queres q o povo nao acredite a real existencia de DEUS PAI, DEUS FILHO e ESPIRITO SANTO... pois palavras q so ditas na biblia todas tem um sentido e um prposito cada historia nela tem um motivo para reflexao...

    ResponderExcluir

Olá caro leitor, deixe o seu comentário, será de grande importância o seu comentário aqui. Obrigado!! Volte sempre!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...