domingo, 30 de agosto de 2015

Anjos ou Alienígenas?

Anjos ou Alienígenas? 

Qual a possível relação entre o fenômeno UFO e os demônios, anjos e cultos religiosos e misticos?
existiria mesmo tal relação? embora alguns afirmem que não, há aqueles que dizem que não só ela existe como a mesma remonta há vários séculos. Essa concepção do fenômeno UFO pode ser resumida assim: '' anjos ontem, extraterrestres hoje''. ou uma variante: ''demônios ontem, extraterrestres hoje''.
entretanto, outras pessoas e grupos estão convencidos de que os alienígenas ou seres sem classificação definida constituem uma presença negativa para o ser humano, o que explicaria porque são considerados demônios, por alguns, enquanto para outros , são como anjos.






sexta-feira, 28 de agosto de 2015

" SE VOCÊ AMA O SEU ‘PASTOR’, NÃO DOE PARA A ‘IGREJA’!


 " Jesus respondeu: ‘Se você quer ser perfeito, vá, venda os seus bens e dê o dinheiro aos pobres, e você terá um tesouro nos céus. Depois, venha e siga-me.‘ ( Mateus 19:21 ) "
Como o vídeo foi bloqueado no youtube, segue ele pelo face! Para quem ainda não viu... "Se você ama o seu pastor, não doe para a igreja" USQ por um pastor no céu!
Posted by Um Sábado Qualquer on Sexta, 31 de julho de 2015

terça-feira, 25 de agosto de 2015

Idosa de 92 anos de idade é expulsa de igreja da qual participava há 50 anos porque não estava pagando o dízimo

Uma mulher de 92 anos de idade foi proibida de frequentar a igreja que já faz parte há 50 anos, porque ela não estava dando dízimo.
Josephine King disse que essa foi a razão pela qual ela foi expulsa da Primeira Igreja Batista African Bainbridge, na Georgia (EUA).
Seus familiares esperam que a situação ajude em uma reformulação nas igrejas em todo o país.


“Josephine King não é mais considerada um membro da Primeira Igreja Batista African de Bainbridge, Georgia”, dizia Gerald Simmons, em uma carta dirigida à sua tia.

Mulher de 92 anos de idade chamada Josephine King foi proibida de frequenta
r a igreja que já faz parte há 50 anos, porque ela não estava dando dízimo.

A carta, assinada pelo pastor Derrick Mike, afirmou que King “demonstrou falta de apoio” para a igreja nas áreas de “participação financeira e física, constante e consistente.”


“Ela ficu chocada. Ela estava desapontada. Ela estava chocada”, disse Simmons.




























http://www.gadoo.com.br/noticias/idosa-de-92-anos-de-idade-e-expulsa-de-igreja-da-qual-participava-ha-50-anos-porque-nao-estava-pagando-o-dizimo/
Fonte: Abroath


segunda-feira, 24 de agosto de 2015

Diz ser cristão, mas não sabe o que foi o concílio de niceia

O Concílio de Nicéia foi o primeiro concílio do cristianismo, feito por o Imperador Constantino 325 d.c juntando todos os bispos da época, onde ordenou que cada um trouxesse os escritos do cristianismo primitivo.

Onde ele iria criar um novo deus e colocar o cristianismo como religião principal do império, pois naquela época os cristãos estavam fazendo badernas e pequenas confusões contra o governo.
Constantino visando o poder político resolveu adotar o cristianismo como religião oficial. ele determinou que o nome do grande deus druida, Hesus, fosse juntado com o deus salvador do oriente, Krishna (Krishna é sânscrito para Cristo) Sânscrito é uma língua da Índia, de uso litúrgico no hinduísmo, budismo e jainismo.
O sânscrito faz parte do conjunto das 23 línguas oficiais da Índia, e Krishna é tradução de Cristo, por sua vez, é o termo usado em português para traduzir a palavra grega Χριστός (Khristós) que significa "Ungido".
O termo grego, por sua vez, é uma tradução do termo hebraico (Māšîaḥ), transliterado para o português como Messias (Wiki), e assim Hesus Krishna seria o nome oficial o novo deus romano, que tem nada a ver com o Jesus Cristo que conhecemos hoje da religião cristã, o tal que morreu na cruz.
A votação foi realizada e foi pela maioria, das mãos levantadas (161 votos a 157), Hesus Krishna se tornou uma só divindade. Como na época o "J" não existia no hebraico, com o tempo se tornou " Jesus Cristo".

~Renan 


CRUZ DO ZODÍACO OU 12 TRIBOS 12 DISCÍPULOS.

CRUZ DO ZODÍACO OU 12 TRIBOS 12 DISCÍPULOS.
Primeiro de tudo, a sequência do nascimento de Jesus é completamente astrológica.
A estrela no Leste é Sírius, a estrela mais brilhante no céu noturno, que no dia 24 de Dezembro, se alinha com as 3 estrelas mais brilhantes no cinturão de Órion.
Estas 3 estrelas são chamadas hoje como também eram chamadas antigamente: “3 Reis” ou “As três Marias”(mais conhecido no Brasil).
Os 3 Reis e a estrela mais brilhante, Sírius, todas apontam para o nascer do Sol no dia 25 de Dezembro. Esta é a razão pela qual os Três Reis “seguem” a estrela a Leste, para “localizar” o “nascer” do Sol.

A Virgem Maria é a constelação de Virgem, também conhecida como Virgo a Virgem. Virgo em latim significa virgem. Virgo também é referido como a “Casa do Pão”, e a representação de Virgo é uma virgem segurando um feixe de espigas de trigo.
Esta “casa do pão” e seu símbolo das espigas de trigo representam Agosto e Setembro, época das colheitas. Por sua vez, Bethlehem ou Belém, é a tradução à letra de “A casa do Pão”. Bethlehem é também a referência à constelação de Virgem, um lugar do Céu, não na Terra.
Outro fenômeno muito interessante que ocorre no dia 25 de Dezembro é o Solstício. Do Solstício de Verão ao Solstício de Inverno, os dias tornam-se mais curtos frios.
Na perspectiva de quem está no hemisfério Norte, o Sol parece se mover para o sul aparentando ficar pequeno e fraco, o encurtar dos dias e o fim das colheitas conforme se aproxima o Solstício de Inverno simbolizando a morte, para os mais antigos. Era a morte do Sol.
Pelo 22 º dia de Dezembro, o falecimento do Sol estava completamente realizado. O Sol, tendo-se movido continuamente para o sul durante 6 meses, faz com que atinja o seu ponto mais baixo no céu. Aqui ocorre algo curioso, o sol deixa, aparentemente, de se movimentar para o sul, durante 3 dias. (22, 23, 24).
Durante estes 3 dias de pausa, o Sol reside mas redondezas das constelações de Alpha Crucis ou mais conhecido como Cruzeiro do Sul e Constelação de Crux. Depois deste período, no dia 25 de Dezembro, o Sol move-se 1 grau, desta vez para o norte, perspectivando dias maiores, calor, e a Primavera. E assim se diz: que o Sol morreu na Cruz (Constelação de Crux).
Esteve morto por 3 dias, apenas para ressuscitar ou nascer uma vez mais. Esta é a razão pela qual Jesus e muitos outros Deuses do Sol partilham a idéia da crucificação, morte de 3 dias e o conceito de ressurreição.
É o período de transição do Sol antes de mudar na direção contrária no Hemisfério Norte, trazendo a Primavera e assim a salvação.
Todavia, eles não celebram a ressurreição do Sol até o equinócio da Primavera ou Páscoa. Isto é por que no Equinócio da Primavera, o Sol domina oficialmente o Mal, as Trevas, assim como o período diurno se torna maior que o noturno, e o revitalizar da vida na Primavera emerge.

Agora, provavelmente a analogia mais óbvia de todas neste simbolismo astrológico são os 12 discípulos de Jesus. Eles são simplesmente as 12 constelações do Zodíaco, com que Jesus, sendo o Sol, viaja. De fato, o número 12 está sempre presente ao longo da Bíblia.
Na Cruz do Zodíaco, o elemento figurativo da vida é o Sol, e isto não era apenas uma mera representação artística ou ferramenta para seguir os movimentos do Sol. Era também um símbolo espiritual Pagão, uma logo grafia similar a isto.
Isto não é um símbolo do Cristianismo. É uma adaptação Pagã da Cruz do Zodíaco.
Esta é a razão pela qual Jesus nas primeiras representações era sempre mostrado com sua cabeça na cruz, pois Jesus é o Sol, Filho de Deus, a Luz do Mundo, o Salvador a erguer-se, que “renascerá”, assim como o Sol faz todas as manhãs, a Glória de Deus que defende contra as Forças das Trevas, assim como “renasce” a cada manhã, e que pode ser “visto através das nuvens”, “Lá em cima no Céu”, com a sua “Coroa de Espinhos” ou raios de Sol.
Agora, nas muitas das referências astrológicas ou astronômicas na Bíblia, uma das mais importantes, tem a ver com o conceito de “Eras”. Através das escrituras há inúmeras referencias a essa “Era”.
Para compreender isto, precisamos primeiros estar familiarizados com o fenômeno da precessão dos Equinócios.
Os antigos egípcios assim como outras culturas antes deles, repararam a aproximadamente a cada 2150 anos o nascer do sol durante o Equinócio da Primavera, ocorria num diferente signo do Zodíaco.
Isto tem haver com a lenta oscilação angular que a Terra mantém quando roda sobre seu eixo. É chamado de precessão por que as constelações vão para trás, em vez de permanecerem no seu ciclo anual normal.
O tempo que demora cada precessão através dos 12 signos é de aproximadamente 25,765 anos.

Este ciclo quando completo, é chamado também de “Grande Ano” e as civilizações ancestrais estavam bastante conscientes disso. Referiam-se a cada 2150 anos como Era.
De 4300 A.Cà 2150 A.Cfoi a “Era de Tauros” o Touro.
De 2150 A.Cà 1 D.Cfoi a “Era de Áries” o Carneiro.
De 1 D.Cà 2150 D.Cé a “Era de Pisces” o Peixe, no qual é a Era que estamos presentes até hoje. E por volta de 2150, entraremos na nova Era. A Era de Aquarius.
A Bíblia, se refere, por alto, o movimento simbólico durante 3 Eras, quando já se vislumbra uma quarta.
No Velho Testamento, quando Moisés desce o Monte Sinai com os 10 mandamentos, ele fica bastante perturbado ao ver sua gente adorando um bezerro dourado. Na realidade ele até partiu a pedra dos 10 mandamentos, e ordenou a todos que se matassem uns aos outros para purgarem o mal e se purificarem.
A maior parte dos estudiosos da Bíblia atribuem esta ira de Moisés ao fato de os Israelitas estar adorando um falso ídolo, ou algo semelhante. A realidade é que o bezerro dourado é Touro (Era de Tauros), e Moisés representa a nova Era de Áries, o Carneiro. Esta é a razão pela qual os Judeus ainda hoje ainda assopram o Corno de Carneiro.
Moisés representa a nova Era, (Carneiro) e perante esta, todos tem de largar a velha.
Outras divindades tais como Mithra marcam também esta transição. Um Deus pré-cristão que mata o Touro, na mesma simbologia. Agora Jesus é a figura portadora da Era seguinte à de Carneiro, a Era de Peixes, ou Dois Peixes.
O simbolismo de Jesus com a Era de Peixes é abundando no Novo Testamento: Jesus alimenta 5000 pessoas com dois peixes. Matt 14:7.Quando começa a pregar, caminhando ao longo da Galileia, conhece 2 pescadores, que o seguem.
Todos já vimos àqueles adesivos “Jesus-Fish” nas traseiras dos carros, mas mal as pessoas sabem o que realmente representa.
É um simbolismo astrológico pagão para o Reinado do Sol durante a era de Peixes. Jesus assumiu também no seu nascimento, a data do inicio desta Era.
Em Lucas 22:10 quando Jesus é questionado se a próxima passagem será depois de ele ir embora, Jesus responde: “Eis que quando entrares na cidade, encontrareis um homem levando um cântaro de água, segui-o até à casa que ele entrar.”
Esta escrita é de longe a mais reveladora de todas as referências astrológicas.
O homem que leva o cântaro de água é Aquarius, o portador de água, que sempre é representado por um homem despejando uma porção de água. Ele representa a Era depois de Peixes, e quando o Sol (Filho de Deus) sair da Era de Peixes (Jesus), entrará na Casa de Aquários, conforme precessão dos equinócios.
Tudo que Jesus afirma, é que depois da Era de Peixes chegará a Era de Aquário.

Universo das Mitologias Mundiais 


Branca de Neve para crentes


Branca de Neve para crentes
Certa vez, uma estudante comentou comigo que participava de um grupo de estudos em sua igreja, um grupo que reunia pessoas interessadas em interpretação de textos. Esse grupo, após a leitura crítica da mais conhecida versão do conto folclórico “Branca de Neve e os sete anões”, havia chegado à conclusão de que os anõezinhos representavam anjos que Deus teria enviado para auxiliar a jovem protagonista. Eu quase imediatamente lhe disse, numa atitude mais involuntária do que racional, que não, que não podia ser aquilo. Mas não sabia ao certo o motivo dessa minha reação – afinal, eu nem tinha coçado a cabeça. Era como se algo me dissesse, num flagrante, que faltava algo relevante a ser considerado. Em seguida observei que os personagens dos anões não agiam como anjos, não se comportavam como anjos, não como os anjos da tradição religiosa, na qual cumprem a função de mensageiros ou de protetores. Os anões, que trabalhavam na extração de pedras preciosas, não funcionavam como mensageiros, de nenhuma parte a outra, da parte de quem quer que fosse. Esses homenzinhos, que supostamente poderiam proteger a princesinha perdida, em princípio rejeitaram sua presença. Foi preciso um consenso para que concordassem em auxiliá-la, aceitando a barganha, proposta por Branca de Neve, de cuidar da casa, dos afazeres domésticos, em troca de hospedagem por tempo ilimitado. Todas as vezes em que a rainha aparecia disfarçada de boa velhinha para tentar assassinar Branca de Neve [...], os anões não estavam em casa. Nenhum deles se prontificou a ficar por ali, com aquela jovem indefesa, e tentar protegê-la, mesmo sabendo que ela se encontrava perigosamente ameaçada por sua perseguidora.
Dias depois, lembrei-me de dizer a essa aluna que o texto deveria conter as evidências de nossas conclusões. Que todas as hipóteses levantadas por nós, leitores, deveriam apresentar sinais que as justificassem na obra em questão, evitando assim opiniões avulsas que nos afastariam do desfecho consensual. [...] ela me respondeu, serena e educadamente, como era de seu feitio, que os anões eram de fato anjos, pois havia sido aquela a conclusão de seu grupo.


Anões na interpretação de textos
http://www.percepolegatto.com.br/…/anoes-na-interpretacao-…/
Para quem quiser curtir a página em que divulgo meus textos...
http://www.facebook.com/pages/Aventura-do-dia-comum/199744696736297


segunda-feira, 17 de agosto de 2015

Estrela de Belém - UFOs na História do Cristianismo

Ufólogos de várias partes do mundo sabem que a história do cristianismo está repleta de possíveis aparições de ufos e de supostas referências a seres espaciais. Aparentemente, a primeira manifestação ufológica da história do cristianismo foi a conhecida Estrela de Belém. Para o cristianismo ortodoxo, a estrela de Belém seria uma estrela ou um objeto luminoso no céu que, segundo o Evangelho de Matheus, indicava o lugar exato do nascimento do messias salvador. Essa “estrela” teria anunciado a chegada do Cristo e guiado os três reis magos até o local onde Jesus teria nascido.

No entanto, até hoje ninguém conseguiu explicar o que seria de fato a estrela de Belém. Será uma estrela que só apareceu quando Jesus nasceu e logo depois sumiu? E como uma estrela poderia marcar o local do nascimento de uma pessoa com tamanha precisão, a ponto de guiar peregrinos a um local exato? Tirando as explicações teológicas sobre a natureza da estrela de Belém, há uma outra teoria, talvez mais verossímil, que vê na estrela de Belém um disco voador luminoso, dirigido por seres extraterrestres, que indicaram a data e o local do nascimento de um homem que mudaria para sempre a História da humanidade.

Segundo essa visão, os extraterrestres podem perfeitamente ter se posicionado no céu numa determinada altura e localização que indicasse o ponto exato do nascimento do messias, um ser que iria revolucionar todo o mundo conhecido nos próximos 2000 anos. Se os extraterrestres se importam com o que acontece na Terra, o nascimento da figura mais importante da história conhecida deve ser um evento digno de atenção e crédito. Por isso, não podemos deixar de lado a hipótese sobre a natureza ufológica da estrela de Belém. Esse foi o primeiro sinal dos ufos na história do cristianismo.


Fonte: Tkr Ufo

http://genesisterra2012.blogspot.com.br/2015/07/estrela-de-belem-ufos-na-historia-do.html?


domingo, 16 de agosto de 2015

Origem da repressão sexual


Origem da repressão sexual > A Bíblia é uma coleção de livros escritos por diferentes pessoas ao longo de mais de mil anos, tendo início em 1450 a.C. Divide-se em duas partes: o Antigo Testamento e o Novo Testamento. Os livros do Antigo Testamento são as Escrituras do povo judeu. O Novo Testamento são os escritos sobre Jesus e seus seguidores.

A Bíblia cristã é composta pelo Antigo e o Novo Testamento. Entretanto, no Antigo Testamento não há a repressão sexual que surge depois com o cristianismo, como apologia da castidade, rigor na monogamia e a concepção sexualizada do pecado original. As proibições no Antigo Testamento dizem respeito ao incesto, à nudez, à homossexualidade e ao sexo durante o período de menstruação da mulher.

Na Idade Média, qualquer prazer sexual era vivido como uma grande ameaça. A alma do pecador corria o risco de não alcançar a salvação e, portanto, ser alvo da danação eterna no inferno. 

Trecho de O Livro do Amor, de Regina Navarro Lins. Lançamento: 2012.



sexta-feira, 14 de agosto de 2015

Não busque "Deus"

"Não busque Deus em nenhum outro lugar; ele está bem a seu lado. Não o busque longe. Esse será o caminho — o caminho certo — para perdê-lo. Ele está muito perto. Na verdade, dizer que está perto não é correto, pois a proximidade também demonstra uma certa distância. Ele está dentro de você — Ele é você! Você nunca se afastou Dele; não pode afastar-se; Ele é a sua própria natureza. Neste exato momento está dentro de você."

( Osho )






quinta-feira, 13 de agosto de 2015

Crenças e ficções

A maior parte dos humanos tem alguma dificuldade em aceitar seu papel na natureza. Parece simples demai Parece verdadeiro demais.
E partem em busca do Santo Graal, nos confins de seu inconsciente.


A antiga tese do catastrofismo, defendida pelo naturalista suíço Charles Bonnet, entre outros, tentava explicar os fósseis antediluvianos, sendo centrada sua ideia principal sobre a periodicidade das grandes catástrofes no passado, envolvendo a totalidade da Terra. Bonnet acreditava que, após cada um desses formidáveis eventos geológicos, as formas vivas subiam um degrau na escala da vida, daí a substituição dos dinossauros por novas espécies. Previu também um vasto cataclismo futuro que faria dos símios homens e dos homens, anjos.
Embora isso não tenha ainda se realizado – tornarmo-nos todos anjos –, pensamentos equivocados, ainda que vindos de um cientista, muitas vezes permanecem e atravessam o tempo mesmo depois de comprovada sua insensatez. É o caso das superstições e, em geral, de toda forma de misticismo. Causa espanto a qualquer pessoa lúcida constatar a ascensão e a propagação sempre maior dessas correntes anacrônicas, tendo em vista que não habitamos a Alta Idade Média e sim o desenrolar do tão esperado terceiro milênio.
A ciência do século 20 nos levou à Lua, lançou sondas ao infinito e hoje nos traz rotineiramente imagens de todas as partes do universo. Mas os místicos chegaram antes, com isso demonstrando – talvez não propriamente por sua intenção – quão frágeis são os homens diante de  constatações apenas racionais. A carência de explicações menos desconfortáveis para a existência e a necessidade de algo que nos justifique para além de nossa condição animal tem sido a mãe de todas essas invenções. É preciso admitir que não sabemos tudo. E nem por isso nos deixarmos arrastar pela primeira fantasia que aparece.
Que se contem histórias de fadas e de fantasmas às crianças, tudo isso é muito salutar. O que impressiona é identificar adultos, entre diversas classes sociais e intelectuais, inclusive leitores de livros, cultivando espadas mágicas, duendes, anjos da guarda e até povos do centro da Terra, vendo-os sob o prisma da realidade, quando só deveriam ser vistos como mitologia. Carl Jung chama a atenção para a necessidade do mundo intermediário da fantasia mítica, para que o indivíduo não se torne apenas presa do doutrinarismo. Porém, o interesse por um misticismo ou por correntes ideológicas fundadas sobre hipóteses não demonstráveis constitui um perigo para mentes fracas e sugestionáveis, que “poderão tomar esses pressentimentos por conhecimentos e assim hipostasiar fantasias.”
Também foi Jung, conterrâneo de Bonnet, quem definiu a crença nos ovnis (antes atendendo pelo charmoso nome de discos voadores) como um fenômeno de histeria coletiva. Logo após a Segunda Grande Guerra e com o assombroso advento da Bomba, surgiram ficções baseadas na modernidade tecnológica, como se nossos semelhantes extraplanetários pudessem nos salvar de nossas próprias armas. Ou, no caso dos esperançosos mais amedrontados, nos destruir de uma vez.
As chamadas pseudociências, como a alquimia e a astrologia, são heranças ptolomaicas, cabíveis na época, pois quase nada se conhecia dos sistemas planetários ou da psicologia humana. Há algum sinal de enfraquecimento dessas tendências, hoje vistas principalmente com bom humor e como algo que sirva a nos divertir no cotidiano, embora haja também defensores de conceitos aparentemente sérios envolvendo relações zodiacais, mapas astrais e outros filhotes dos horoscopistas mais antigos.
No início do terceiro milênio, as religiões se fragmentaram, para não dizer que se estilhaçaram, em inúmeros templos menores, tal a necessidade de se variar sobre um mesmo tema e adaptá-lo à heterogeneidade dos grupos humanos e das diferenças ideológicas, grupos que têm em comum a procura de uma resposta mística que legitime sua existência. E assim o Advento do Anjo, a Salvação Penitencial, a Colisão Cósmica, a Seiva da Mandrágora e incontáveis outras ordens, cada qual reivindicando ser sua a verdade, multiplicam-se por um mundo e um tempo que os homens não puderam ainda organizar. Há pouco mais de um século, o poeta Rimbaud perguntava: para que serve um mundo de tantas modernidades se ainda se inventam tais venenos?
A maior parte dos humanos tem alguma dificuldade em aceitar seu papel na natureza. Parece simples demais. Parece verdadeiro demais. E partem em busca do Santo Graal, nos confins de seu inconsciente.
Leia mais sobre o tema: O Bom Velhinho vende
http://www.percepolegatto.com.br/2010/09/21/crencas-e-ficcoes/


quarta-feira, 12 de agosto de 2015

A Bíblia Kolbrin e o Dragão Nibiru

A Bíblia Kolbrin é composta por 11 livros, os primeiros 6 foram escritos por acadêmicos e escribas egípcios após o Êxodo. Os cinco livros restantes foram escritos pelos sacerdotes celtas da Grã-Bretanha logo após a morte de Jesus.
As obras foram recolhidos mais tarde mudou-se para a abadia de Glastonbury, onde permaneceram até o século XII dC brevemente mencionado na introdução, este manuscrito antigo, aparentemente, foi mantida sob o controle de sete chaves á dentro de privadasbibliotecas maçônicas, até várias profecias que viria a acontecer, incluindo a queda da União Soviética e da ascensão do islamismo radical. Em seguida, foi revelado ao mundo em 1992.
Além de possui detalhes totalmente raros e exótico sobre a criação, que nós esotéricos já conhecemos por diversas fontes da gênesis, e o fim de civilizações pré-adâmicas como no caso da civilização atlante.
Ela nos dá algumas chaves para entender o motivo natural da destruição do antigo mundo, ou na realidade mundos, amplia a visão sobre as criações cíclicas, fatos já revelados por alguns missionários de luz como Ramatís.
O dragão, símbolo que podemos entender como um cometa ou um astro errante que sempre fecha o fim destes períodos, e tudo que indica é que sempre se tratou de um mesmo corpo celeste.




             Uma Sintese:             


É conhecida a história dos tempos antigos que não houve uma criação, mais duas. A criação e recreação. É um fato conhecido dos os sábios que a Terra foi totalmente destruída uma vez e depois renasceu em uma segunda roda da criação. Na época da grande destruição da Terra, Deus fez um dragão [celestial] do céu exterior para vir e abranger a ela . O dragão era terrível de se ver, ele chicoteou o rabo e soprou fogo e brasas quentes e uma grande catástrofe foi infligida sobre a humanidade. O corpo do dragão [Nibiru / Planeta X] foi envolto em uma luz brilhante e frio a baixo de sua barriga, era um brilho de tons avermelhados, enquanto atrás dele arrastou uma cauda fluxo de fumaça.
"Ele vomitou cinzas e pedras quentes e sua respiração era como uma aves de envenenamento sobre as narinas dos homens. Sua passagem causou grande trovejos e relâmpagos que rasgaram os céus escuros, todo o Céu e a Terra se aqueceram. Os mares foram soltos de seus berços e levantaram-se derramando sobre todas as terras. Houve um estridente e horrível uivo desencadeados dos ventos . Os homens foram golpeados com um terror enlouquecido, com a visão terrível nos céus.





Eles foram soltos de seus sentidos e correram cercados de loucuras sem saber o que faziam. O fôlego (espíritos) foi sugado de seus corposque foram queimados por uma cinza estranha. Em seguida, ele passou deixando a Terra envolta num manto escuro. As entranhas da Terra foram rasgadas e abertas e grandes convulsões se contorceram e um turbilhão uivando penetrou as montanhas distantes. A ira do monstro [Nibiru] foi vista nos céus. Ele precipitou chamas rugindas em fúrias como mil trovões. Ele derramou a destruição de fogo no meio de uma mistura de sangue negro GROSSO [Red cinzas].
"Coisa terrivel foi gravada na memória inconciênte do homem. Seus pensamentos foram sufocados sob uma nuvem de esquecimento ..... desta forma a primeira terra [Tiamat] foi destruída por calamidade descendente dos céus. Os seres e sua habitações e seus lugares foram pedregulhados e só o céu e a terra permaneceram vermelhada. Mas no meio de toda a desolação alguns sobreviveram, se arrastaram para fora de suas cavernas e desceram as encostas das montanhas.
Seus olhos eram de selvagens e seus membros tremiam. Seus corpos se abalavam e seus movimentos não tinham controles. Seus rostos estavam torcidos e suas peles pendurado solto em seus ossos. Eles estavam tão enlouquecido, como feras levados para um recinto antes das chamas. Eles sabiam que não hávia mais lei e que estavam sendo privado de toda a sabedoria que tiveram uma vez e aqueles que os tinha guiado tinham ido embora ... "




- A Bíblia Kolbrin passaria a dar-nos um aviso do retorno do cometa / planeta vermelho, chamado o Destruidor ?
"Quando o sangue [a cinza red] cai sobre a Terra, o Destruidor [Nibiru] será apresentado e as montanhas vão se abrir e arrotar fogo e cinzas. Árvores serão destruídas e todas as coisas vivas consumidas. Águas serão engolidas pela terra e os mares vão ferver. Os céus brilharão de vermelho. Haverá uma matiz de cobre sobre a superfície da terra, seguido por um dia de escuridão.
A lua nova [um dos satélites de Nibiru] vão aparecer, se quebrar e cair. As pessoas se dispersarão na loucura. Eles vão ouvir o trompete e o grito de guerra do DESTROYER e vai procurar refúgio nas cavernas [bunkers subterrâneos] da Terra. Terror vai comer fora seus corações e sua coragem fluirá para fora deles como a água de um jarro quebrado.
Eles serão devorados pelas chamas da ira e consumidos pelo sopro do destruidor. Naqueles dias os homens terão o grande livro que existiu antes deles, e a sabedoria será revelada. Os poucos serão recolhidas para a salvação. É na hora da prova. Os intrépidos vai sobreviver. O valente não entrará para a destruição ... "
- Por isso, é razoável sugerir o Destruidor mencionado no Kolbrin, é de fato Nibiru, o Monstro Sky celestial acompanhado com um vermelho sinuoso ou cauda de cometa-como serpentina.
Vamos analizar aqui algumas passagens originais destes textos:




- A Bíblia Kolbrin – Versão: 21st Century Mestre Edição

A Bíblia Kolbrin – Criação

Criação 03:01
... É um fato conhecido para o sábio que a Terra foi totalmente destruída uma vez e depois renasce em uma segunda roda da criação. [Terra Um novo em uma nova órbita GJ]
Criação 03:02
Deus fez uma ... [celestial] DRAGON de fora do Céu para vir e abranger a ela sobre ... Os mares foram soltos de seus berços e levantou-se, derramando toda a terra [criando tsunamis gigantes] ...
Criação 03:03
Homens, golpeados com terror, enlouqueceram com a visão terrível nos Céus. O fôlego foi sugado de seus corpos e eles foram queimados com um cinza estranho.
Criação 03:04
Em seguida, ele passou, deixando envolta Terra dentro de um manto escuro e carrancudo, que foi ruddily iluminou dentro. As entranhas da Terra foram rasgados em levantes contorcendo grandes ...
Criação 03:05
A Terra vomitou diante rajadas grandes mau hálito de bocas horríveis que se abrem no meio da terra. O bit de mau hálito na garganta antes de dirigi os homens loucos e os matou ...
Criação 03:08
... pedregulhos céu apenas [o cinturão de asteróides] e terra vermelha permaneceu onde uma vez que eles foram, mas no meio de toda a desolação alguns sobreviveram, pois o homem não é facilmente destruída ...
Criação 03:10
Então o grande dossel de poeira e nuvens, que abrangeu a Terra, que cercavam-lo na escuridão pesada, foi ferido por luz vermelha, e do dossel varreu em grandes aguaceiros e furiosas tempestades-águas ...
Criação 03:11
Quando a luz do sol perfurado mortalha da Terra ... O ar viciado foi purificada e ar novo vestido a TERRA REBORN, protegendo-a do vazio escuro hostil dos Céus.
Criação 03:12
As tempestades deixou de bater em cima dos rostos da terra e as águas acalmou sua agitação. Terremotos não rasgou a terra aberta, nem foi queimado e enterrado por rochas quentes ...
Criação 03:13
As águas foram purificados, o sedimento afundaram e vida aumentou em abundância ... O sol não era o que tinha sido e uma lua havia sido levado ... *
Criação 03:14
O homem encontrou a empresa Nova Terra e os Céus fixados. Ele se alegrou, mas também temido, pois vivia com receio de que os céus se novamente trazer monstros e bater nele.
Criação 03:15
Quando os homens saíram de seus esconderijos e refúgios, o mundo tinha conhecido seus pais se foi para sempre. A face da terra foi mudado ... quando a estrutura desabou do céu ...
Essas passagens dizer muito sobre um encontro planetário épica. Mas o conhecimento pode desaparecer com o tempo, a menos que salvaguardas alguém o registro escrito. No caso de A Bíblia Kolbrin, a escribas egípcios teve a clarividência de preservar a palavra escrita. Apesar de manuscritos antigos podem ter certos preconceitos embutidos e exageros com base no ponto de vista do autor, eles ainda são preciosos e necessários para os leitores de hoje, por isso não se deve jogá-los para fora com a água do banho!
Criação 04:05
Então ... Deus fez um sinal para aparecer nos céus, para que os homens devem saber que a Terra seria afligido, eo sinal era uma estrela estranha.
Criação 04:06
A ESTRELA cresceu e se fortaleceu para um grande brilho e foi incrível de se ver. TI estendeu CHIFRES e cantou, sendo diferente de qualquer outro já visto ...
Rola 33:12
Mistress grande parte das estrelas, vamos permanecer em paz, pois tememos a revelação de seus chifres ...
Origens 08:03
... ELES adorado em ERRO, A ESTRELA MALIGNO chifres e seus acompanhantes ...
- Será que esses versículos descrevem a irmã Escuro do Sol, como Carl Sagan sugeriu? Sim! E "Seus Acompanhantes" são planetas ou satélites que ela tem domínio sobre. Seu mais exterior poderia ser fundamental para o destino da Humanidade. Na verdade, a maior escolta nossa irmã Trevas é nenhum-outro-do que o Planeta X.

A Bíblia Kolbrin – Manuscritos

Manuscritos 01:01
Os escritos de tempos antigos falam de coisas estranhas e de grandes acontecimentos nos tempos de nossos pais que viveram no começo ...
Manuscritos 01:06
... para a grande terra de Ramakui [Atlantis] sentiu pela primeira vez o passo. Pelas águas circundantes, mais na borda que estava.
Manuscritos 01:07
Havia homens poderosos naqueles dias [Gigantes] ... Havia borboletas como pássaros [libélulas gigantes?] E aranhas tão grandes quanto os braços estendidos de um homem ... Havia elefantes em grande número, com poderosas presas curvadas.
[Mastodontes ou mamutes? Note-se aqui que, já em 1930, Edgar Cayce, o profeta adormecido americano, afirmou em seu sono que Mastodons viveu ao lado de-homem durante a época atlante-GJ].
Manuscritos 01:08
... EM uma grande noite de DESTRUIÇÃO DA TERRA caiu em um abismo ...
Manuscritos 01:09
... Homens vestidos-se com peles de animais e foram comidos por animais selvagens, as coisas com dentes em choque usou-os para alimentar. [Em outras palavras-homem viveu ao lado do dinossauro] ... Os homens caçavam Braineaters baixo ... [Possivelmente Pterodactyls].
Manuscritos 01:10
... Todo homem que tinha um fluxo de sementes dentro de si e cada mulher que tinha um fluxo de sangue morreu ..
Manuscritos 01:12
Esta foi a terra de onde o homem veio ... Ramakui [ou Atlantis].
A Bíblia Kolbrin oferece uma excelente descrição da cidade de Atlantis e sua tecnologia.
A Bíblia Kolbrin - 21st Century Mestre Edição
Manuscritos 01:16
Em Ramakui havia uma grande cidade com estradas e vias navegáveis, e os campos foram delimitadas com paredes de pedra e [água circular] canais. No centro da terra era a montanha de topo achatado grande ...
Manuscritos 01:17
A cidade tinha paredes de pedra e foi decorado com pedras de vermelho e preto, conchas brancas e penas ...
Manuscritos 01:18
Eles construíram paredes de vidro preto e amarraram-nos com vidro pelo fogo ...
Manuscritos 01:19
Eles fizeram REFLETORES olho de pedra de vidro ...
Manuscritos 03:01
Homens esquecer os dias do Destruidor. Apenas o sábio sabe para onde foi e que ele irá retornar na hora determinada.
Manuscritos 03:02
... Era como uma nuvem de fumaça envolta em um brilho avermelhado, não distinguíveis em conjunto ou membro. Sua boca era um abismo de onde veio fumaça chama, e cinzas quentes. *
Manuscritos 03:04
Quando o sangue [red cinzas] gotas sobre a Terra, o destruidor vai aparecer e montanhas irá se abrir e arrotar diante fogo e cinzas ...
Manuscritos 03:06
... Eles serão devorados pelas chamas da ira e consumidos pelo sopro do destruidor.
Manuscritos 03:07
... Os homens vão voar no ar como pássaros e nadar no mar como peixes ... As mulheres serão como os homens e os homens como as mulheres, a paixão vai ser um joguete do homem.
Manuscritos 05:01
... -A torcida sobre si mesma como uma bobina ... Não foi um grande cometa ou uma estrela solta, mais como um corpo ardente de fogo.
Manuscritos 05:04
Este foi o aspecto da DOOMSHAPE chamado o Destruidor, quando apareceu em dias de duração passados, nos tempos antigos ...
Manuscritos 31:10
... Toda a terra levantou e balançou como uma onda do mar. Como ele subiu e desceu, gemeu e tremeu, os incêndios que se esforçaram por baixo irrompeu, a ser atendidas com poços de relâmpagos que atingem desde os céus.
Manuscritos 31:11
... SHORES novo formado em torno das montanhas ... DURANTE UMA NOITE LONGA horrível a terra condenada foi rasgado, e para o sul SANK fora de vista ...
Criação 04:10
As montanhas do Oriente e do Ocidente foram separaram e levantou-se no meio das águas que devastaram cerca. O Northland inclinado e virado de lado.
Criação 04:11
Em seguida, novamente o tumulto e gritaria cessou e tudo ficou em silêncio. ...
Criação 04:12
O dilúvio de águas penteado para trás, ea terra foi purificada limpo ...
Criação 04:13
Algumas das pessoas que foram salvas em cima das montanhas e sobre a destroços, mas foram dispersos ... Em meio a frieza eles sobreviveram em cavernas e lugares abrigados.
Criação 04:14
A terra do povo pouco e a terra dos gigantes, a Terra dos mais neckless ea Terra de pântanos e névoas, as Terras do Oriente e do Ocidente foram todas inundadas ...

A Bíblia Kolbrin – Seleção

Seleção 04:01
... TERRA FOI DESTRUÍDO duas vezes, uma por completo, FOGO E UMA VEZ POR ÁGUA PARCIALMENTE. A DESTRUIÇÃO POR ÁGUA era o menor DESTRUIÇÃO E surgiu dessa maneira.
Seleção 4:13 ... Seu Deus enviou uma maldição sobre os homens das cidades, e aí veio uma luz estranha e uma névoa FUMARENTO que chamou as gargantas dos homens ...
Seleção 04:16
... A SOMBRA DE ABORDAGENS DESGRAÇA ... A HORA DA DESGRAÇA É A MÃO ...
Seleção 04:17
Portanto ... um grande navio foi estabelecido sob a liderança de Hanok, filho de Hogaretur, por Sisuda, rei de Sarapesh, de cujo tesouro veio pagamento para a construção do navio.
Seleção 04:18
... O comprimento do grande navio era de três côvados e sua largura de cinqüenta côvados, e foi arrematada acima de um côvado. Ele tinha três andares, que foram construídos sem uma pausa.
Seleção 04:19
... Cada andar foi dividido em dois, de modo que havia seis andares abaixo e um acima, e eles foram divididos em partições com sete ... PEDRAS GRANDES foram penduradas em cordas ...
Seleção 04:20
... eles levaram a semente de todos os seres vivos; grãos foi colocada em cestas e muito gado e ovelhas foram mortos para carne ... e ... Também de ouro e prata, metais e pedras ...
Seleção 04:21
... As pessoas das planícies ... zombaram dos construtores do grande navio; ...
Seleção 04:22
... os que estavam a ir com o grande navio partiu ... as pessoas entraram no navio grande e fechou a escotilha, tornando-o seguro ...
Seleção 04:23
O rei entrou e com ele os de seu sangue, em todos os 14 ...
Seleção 04:24
... Andando em uma nuvem negra veio o grande DESTROYER ... A BESTA COM ELA abriu a boca e arrotou FORTH FOGO e pedras quentes e uma fumaça VILE ... [Mais uma vez, isso implica que dois objectos celestes são vistos a partir da superfície da terra durante o fly-by.] ...
Seleção 04:27
... O navio foi levantado pela onda poderosa de águas e atirou entre os escombros, mas não foi quebrado em cima da montanha por causa do lugar onde foi construído ...
Seleção 04:28
As águas inchaço varrido até o topo da montanha e encheu os vales. Eles não subir como água derramada em uma tigela, mas veio em grandes torrentes de afluência [padrão tsunami] ...
Seleção 04:29
... O grande navio veio a descansar sobre Kardo, nas montanhas de Ashtar ...


Conclusão Aquárius

- Não deixemos aqui de ressaltar as divergências mitológicas contextual de cada cultura, e de cada texto antigo religioso.
Estes escritos são tão inéditos que nos deixa numa posição de co-criadores de novas teorias pessoais, sobre o assunto.
Existe lendas de outros povos mais e que se enquadra com o que temos nesta bíblia, conta-se a tradição, que antigamente possivelmente antes da era do reinado de Lemúria a visão do nossos céus era bem diferente do que é hoje, o planeta possuía em si três luas, sendo que duas delas teriam se precipitado sobre a terra, causando uma das maiores catástrofes já vista pela criação.
Sobre o ponto de vista paralelo teríamos a teoria moderna de Tiamat, que afirma esse era o outro nome da terra, antes de ser impactada por duas luas de Nibiru. de acordo com Zacarias Sitchin.
Estaria aqui estes escritos estarem se referindo ao qual mito na realidade ?


á um bom tempo atrás assistir um desegong-gong_small_destruidornho animado japonês tipo mangá, que possuía um enredo muitos interessante, pois ele falava de um rapaz que parece que fez um pacto com forças das trevas e se tornou um deles, se é isso que me lembro, mais o interessante é que a medida que o filme adentrava nos capítulos finais, o mal triunfava vitoriosamente, os demônios começaram a serem libertados e até mesmo estuprar (mulheres)e destruir o homens pela face da humanidade, e no final do filme, surge um dragão, e segundo contava o locutor a lógica da história em quanto a terra ia sendo destruída, falava de um ser (dragão) que no ultimos dias era libertado, assim como os demônios, para assolar e destruir a terra com seu fogo.
Na lógica se trata de algum mito, retirado de lendas ou contos antigos desta cultura, não me lembro o nome do filme, mais vou fica na caça, desta matéria, tempos depois me chamou a atenção por se enquadra com a descrição do apocalipse, sobre os tempos finais.

http://ocultoreveladoaverdade.blogspot.com.br/search?updated-min=2015-03-01T00:00:00-03:00&updated-max=2015-04-01T00:00:00-03:00&max-results=50