sexta-feira, 30 de outubro de 2015

Barrabás e os Tolos

Eu sei que vou morrer…e me agrada saber que vou morrer. A vida tem início e tem fim. A finitude de um vai preencher os espaços vazios de outro. O Ser Humano inventou deuses porque não consegue entender a natureza e inventou alma e espírito porque não conhece as suas próprias conecções cerebrais. As suas experiências espirituais e visões coincidem com aquilo que ele deseja para si mesmo, ou seja, permanecer. Permanecer para sempre no estado mendicante em que se encontra, cultuando, louvando e glorificando a própria ignorância. Olhar a própria carne apodrecendo aos poucos e a pele enrugando e se desmanchando é para ele uma falha do seu deus, mesmo que não admita isto para si mesmo. Um Ser Perfeito que falha é inadmissível e então inventa-se que todo o mal é uma espécie de castigo merecido. A figura do Pai que castiga é tudo de bom. Ela representa e justifica o poder do tirano sobre o “pobre de espírito” e dá legitimidade às diferenças injustas de um em relação ao outro dentro da sociedade humana. O poder da vara e do chicote ainda é cultuado e os açoites no lombo do empedernido é algo justo. Satanás é o empedernido e açoitar Satanás é justo. Jesus nos ensina isto com muita clareza: “E o servo que soube a vontade do seu senhor, e não se aprontou, nem fez conforme a sua vontade, será castigado com muitos açoites” Lucas 12:47. Jesus era Satanás para o sistema religioso e foi açoitado para que os servos aprendessem com ele a não reagir aos açoites. Reagir á injustiças não é digno e nem respeitável dentro da nossa sociedade. Deus existe para salvar pessoas como Barrabás e Jesus existe para que o “desmiolado” aprenda a carregar a sua cruz sem reclamar. Barrabás está no púlpito e os tolos na platéia.
Por Ana Burke

quinta-feira, 29 de outubro de 2015

E o Palhaço o que é????

Eu amo Al Pacino, assim como amo Friedrich Nietzsche, Giordano Bruno, Will Durant, Voltaire…E porque amo a inteligência, a sabedoria, a coragem, a argumentação sem hipocrisia, o raciocínio lógico…eu amo às avessas, eu amo aquilo e aqueles que, ao rebanho, foi ensinado que se deve odiar. E a quem o rebanho deve odiar? Àquele que desafia, com a sua coragem e inteligência, a hipocrisia religiosa, ou seja, Satanás, o anjo que teve a coragem e astúcia para mostrar as fragilidades e o verdadeiro caráter de Deus, mas ninguém sabe, ninguém viu, e ninguém quer saber, ou ver.
O mundo acaba todos os dias e renasce todos os dias, e dia após dia, séculos após séculos, o rebanho continua rebanho. É imoral entrar pela porta larga ou comer da árvore do conhecimento. O mundo é um grande circo onde os palhaços, com suas máscaras bizarras, são convencidos de que viver mascarados e levar bordoadas é parte de um show eterno. O ser humano tem muito medo, está sozinho e paga muito caro pela sua fragilidade e covardia. O medo é seu companheiro constante e, de todos os medos, o medo dos castigos de Deus, o ser invisível que ele pensa que o salvou, mas que pode mandá-lo para o inferno, é o seu pesadelo mais terrível.
É repugnante esta troca entre Deus e os seres humanos. É repugnante aceitar viver de chantagens, ameaças, e pagar por isso. É repugnante o servilismo dos religiosos que carregam, tijolos, e mais tijolos, para construir o próprio inferno no qual eles vivem. O seu deus precisa de tijolos, muitos tijolos, e não existe outra maneira de viver a não ser carregando tijolos. Só desta forma os miseráveis alcançarão a graça prometida. E diz a eles o seu “Deus”: Vocês devem me amar ou eu(o seu “Deus” todo poderoso) lhe tiro a vida, a sua salvação, a sua ilusão…e lá vão eles para a igreja, batalhar pela sua salvação…engraçado! Alguém já não os salvou quando morreu numa cruz por eles?…não, raciocínio errado. Eles já não foram salvos quando mataram Deus?
Por Ana Burke 
https://jarconsian.wordpress.com/2015/10/13/e-o-palhaco-o-que-e/

terça-feira, 27 de outubro de 2015

Entendendo o Sacrifício

Celestino, usando seus talentos argumentativos, faz a tentativa de nos ensinar o que todo bom cristão deveria saber: a valorizar e ser grato pelo sacrifício de Jesus, que deu a vida por todos nós!




domingo, 25 de outubro de 2015

MENTIRAS RELIGIOSAS - A RELIGIÃO CRIADA POR HUMANOS

MENTIRAS RELIGIOSAS - A RELIGIÃO CRIADA POR HUMANOS
Mentir para as crianças sobre o inferno, aterrorizar criancinhas com imagens de tortura eterna é exclusivamente um pecado religioso. Nenhuma pessoa secular maltrata crianças dessa maneira, tampouco mentimos para elas. E mentir para crianças é uma ofensa moral muito grave. Tampouco, mentimos para elas sobre subornos do paraíso.

A escravidão no Velho Testamento é a justificativa original para a escravidão. O genocídio no Velho Testamento é a justificativa original para o genocídio. Essas duas desculpas que têm sido usadas há muitos anos não teriam o crédito de pessoas inteligentes se não parecessem originar-se de uma autoridade divina.
E então, sem esgotar o assunto, quero dizer que a religião não é somente produzida pelo homem, pois é obviamente criada pelo ser humano, não criada por Deus, mas é também produzida pelo homem no sentido masculino. E não acredito que vocês possam me mostrar alguma religião, monoteísta ou politeísta, que não seja voltada à subordinação das mulheres em relação aos homens, à sujeição das mulheres à vontade dos homens, e ao insulto às mulheres, até mesmo por sua natureza.
Não existe uma pregação da religião, católica, protestante, judaica ou muçulmana, que não mostre o medo assustador da vagina feminina, às vezes expresso no culto tolo ao parto imaculado – não existe um único Deus que tenha nascido por meios naturais, existe um culto ao parto imaculado que se perde nas brumas do tempo –, ou o medo doentio do sangue menstrual, que é comum a todas as religiões e, na maioria das vezes, nega o sacramento às mulheres durante esse período. Nada poderia tornar mais claro que a religião se baseia em uma forma de repressão egoísta, cruel, gananciosa, repulsiva e ofensiva.

Oséias Júlio


sábado, 17 de outubro de 2015

Jesus não foi o primeiro Messias, segundo manuscritos

Preciosos e inestimáveis escritos, encontrados acidentalmente por um pastor beduíno há quase 70 anos, nas areias de Judá, revelaram ao mundo uma história que a maioria imaginava estar perdida para sempre. Em 1947, Muhammed Ahmed al-Hamed achou os famosos Manuscritos do Mar Morto, um gigantesco conjunto de escritos, datados de 205 a.C., em uma época em que os textos da Bíblia sequer estavam reunidos. Entre os achados, há uma indicação de um “Mestre da Justiça”, enviado por Deus em 196 a.C, segundo relato de uma carta.
O trabalho de pesquisa dos manuscritos e a sugestão de que um enviado dos céus pudesse ter surgido cem anos antes de Jesus está no livro “Para Compreender Os Manuscritos do Mar Morto”, do norte-americano Hershel Shanks.
De acordo com os achados, esse enviado divino chegou com a missão de livrar os judeus do cólera. O “Mestre da Justiça” teria de lutar contra o “Homem de Mentiras”. O corpo do mestre teria sido deixado em Damasco e havia a esperança do retorno deste mestre como Messias “no fim dos dias”, de acordo com o texto.
Além da carta, os 2000 documentos dos Manuscritos tratam de textos bíblicos, que podem ser comparados com os textos da Bíblia que sugiram depois. Também havia hinos e salmos, textos jurídicos e referências a tesouros, além de comentários de uma “seita de Qumrán”, que seria em alusão ao lugar onde apareceram. Alguns identificam essa seita com a dos essênios, que tinha João Batista como integrante. O Livro de Isaías (que está digitalizado) é o mais conservado dos Manuscritos do Mar Morto, e está exposto no Santuário do Livro de Jerusalém.
A Bíblia ainda nos reserva muitos mistérios e a interpretação dos seus textos provoca muita controvérsia até os dias de hoje. Em seus escritos é possível encontrar do sacro ao erótico e seu verdadeiro conteúdo pode estar escondido por trás de palavras que nem imaginamos. Confira abaixo as revelações feitas por especialistas em Os Segredos da Bíblia, do HISTORY.





Clque aqui...Sexo e as escrituras


sexta-feira, 16 de outubro de 2015

Arqueólogos anunciam descoberta da mítica cidade de Sodoma


Arqueólogos americanos teriam descoberto a mítica cidade de Sodoma, na região sul da Jordânia. Pelo menos é o que afirma o professor Steve Collins, catedrático da Universidade Trinity do Novo México e líder da equipe que trabalhou nas escavações do projeto Tall el-Hammman, no Vale do Jordão.
“A equipe de arqueólogos desenterrou uma mina de ouro de antigas estruturas monumentais, revelando uma cidade-estado que dataria da Idade de Bronze, e que dominou a região sul da Jordânia, no Vale do Jordão”, afirmou Collins. Em seguida, ele acrescentou que “a maioria dos mapas arqueológicos da região estavam em branco” até que as escavações começaram. “O que temos em nossas mãos é uma importante cidade-estado que era desconhecida pelos estudiosos antes de nosso projeto começar”, ele concluiu.
De acordo com os arqueólogos, o sítio escavado possui duas camadas: uma parte inferior e uma cidade no alto. Esta última está rodeada por um muro de dez metros de altura, todo construído com tijolos de barro. Também existem portas, torres e uma grande praça central. “Foi uma enorme tarefa, que exigiu milhões de tijolos e, obviamente, um grande número de trabalhadores”, disse Collins.
As primeiras análises sobre a evidência arqueológica indicam que a cidade chegou a seu fim de forma brusca. Desde então, durante um período de 700 anos, a região não voltou a ser habitada. O Antigo Testamento afirma que Sodoma, assim como Gomorra, foi destruída pela ira de Deus, que enviou uma “chuva de fogo e enxofre” para incendiá-la.
Se você é fascinado pela história bíblica e seus mistérios, assista ao vídeo abaixo e confira as curiosas contradições da passagem que conta a história sobre o jovem rei Davi e sua a batalha mortal contra o gigante Golias:






quinta-feira, 15 de outubro de 2015

ISLAMISMO RADICAL : A IDEOLOGIA MAIS PERIGOSA DA ATUALIDADE

Islamismo Radical: A Ideologia Mais Perigosa da Atualidade



O Radicalismo Islâmico é a ideologia mais perigosa de nossa geração? Ele pode ser comparado com o que foi o Nazismo e o Comunismo para o século XX? Ou os Islâmicos não são mais perigosos que extremistas Cristãos, Judeus ou Budistas? Raymond Ibrahim, autor de “The Al Qaeda Reader”, explica o que é o radicalismo Islâmico e porque ele é uma ameaça ao mundo.


segunda-feira, 12 de outubro de 2015

O éter universal e fluido magnético segundo os espíritos - Verdade ou Mito?


Pouco se discute as incoerências científicas postuladas pela doutrina espírita em seu nascedouro. Este vídeo tenta mostrar como a natureza do mundo espiritual (descrita pela doutrina espírita) está baseada em enganos científicos do século XIX. Esses enganos são compreensíveis, pois os médiuns do século XIX jamais imaginariam que a Física do século XX mudaria tanto seus conceitos.
Ao contrário do que se divulga, o espiritismo não é uma revelação. É apenas um fenômeno cultural de sua época. Época na qual os fenômenos da eletricidade e do magnetismo ainda tinham (no imaginário popular) uma aura de mistério e um aspecto sobrenatural.
Se os espíritos realmente existissem eles teriam nos alertado sobre esses enganos, mas acontece que os espíritos não existem.










domingo, 11 de outubro de 2015

Jesus não salva fieis que vão a Basílica de Aparecida! É preciso ter policia lá... jesus não salva seus fieis de ladrões nem dentro da Basílica!


Jesus não salva fieis que vão a Basílica de Aparecida! É preciso ter policia lá... jesus não salva seus fieis de ladrões nem dentro da Basílica! É preciso chamar a policia... Jesus, o Salvador que não Salva ninguém... Jesus Uma Fraude!: http://seteantigoshepta.blogspot.com.br/…/pagina-indice-jes…
Tags: Jesus não salva fieis, que vão a, Basílica de Aparecida,É preciso ter policia lá, jesus, basílica de nossa senhora, igreja católica, bíblia sagrada, milagres, milagre, nossa senhora, mãe de jesus,estátua de nossa senhora,


Jesus não salva fieis que vão a Basílica de Aparecida!
Jesus não salva fieis que vão a Basílica de Aparecida! É preciso ter policia lá... jesus não salva seus fieis de ladrões nem dentro da Basílica! É preciso chamar a policia... Jesus, o Salvador que não Salva ninguém... Jesus Uma Fraude!: http://seteantigoshepta.blogspot.com.br/2014/07/pagina-indice-jesus-uma-fraude-serie.html Tags: Jesus não salva fieis, que vão a, Basílica de Aparecida,É preciso ter policia lá, jesus, basílica de nossa senhora, igreja católica, bíblia sagrada, milagres, milagre, nossa senhora, mãe de jesus,estátua de nossa senhora,
Posted by Bruno Guerreiro de Moraes on Sábado, 10 de outubro de 2015

terça-feira, 6 de outubro de 2015

Cristãos queimados por estarem lendo a bíblia!


Será verdadeira a foto que mostra pessoas sendo queimadas em praça publica por estarem lendo a bíblia? Descubra aqui!
A imagem é muito forte e chocante! Uma multidão assistindo alguns corpos queimando em uma fogueira no chão. O texto que a acompanha afirma que se trata de cristãos que foram pegos lendo a bíblia e, por isso, teriam sido queimados vivos!
Alguns leitores entraram em contato com o E-farsas para que tentássemos descobrir se essa história é verdadeira ou falsa.

Verdadeiro ou falso?


O texto não dá maiores explicações de onde ou quando o fato teria ocorrido. Apenas dá a entender que muitas pessoas são perseguidas e sofrem por tentar ler a bíblia em outros países.
A ideia é fazer com que o leitor fique chocado com a cena e que se sinta culpado por “ter toda a liberdade para ler a bíblia e não o faz diariamente”. Muitas religiões fazem suas pregações através do medo, com histórias que não condizem com a verdade, para deixar seus fiéis assustados e com extrema quantidade de culpa.
Para que a sua carga de culpa fique um pouco mais leve, o internauta acaba repassando a história adiante – sem dar aquela pesquisada básica antes –, achando que está fazendo uma boa ação em divulgar as atrocidades que fazem com cristãos no mundo todo.
Somente no caso dessa postagem feita no Facebook, mais de 13.000 pessoas compartilharam a foto, além de mais de 800 usuários comentaram a respeito!

Mas e a foto? É real?


Infelizmente, a foto é real. Porém, a história é falsa!
No dia 14 de maio de 2008, uma multidão enfurecida linchou e ateou fogo em três ladrões que teriam roubado uma casa na cidade portuária de Karachi, no Paquistão.
Segundo apuramos em várias publicações (que não vamos mostrar aqui para poupar o seu estômago), depois de apanhar muito da multidão, os supostos criminosos tiveram grande quantidade de gasolina derramada sobre eles e foram incendiados para queimar dolorosamente até a morte.
A polícia da cidade afirmou que dois dos três supostos ladrões queimados morreram no local e o terceiro morreu no hospital. De acordo com a agência de notícias AFP, o chefe de polícia Babar Khattak disse que o incidente mostrou o aumento do comportamento violento na sociedade e qualquer processo contra os responsáveis ​​pelo ato seria decidido somente após um inquérito policial.
A foto original é propriedade das agências de notícias STRDEL, AFP, e Getty Images.
Já mostramos aqui no E-farsas algumas histórias semelhantes a essa onde alguns começam a espalhar histórias de cristãos que estariam sendo vítimas de perseguições em outros países de outras religiões. De fato, a perseguição contra cristãos (bem como também contra adeptos a outras religiões) ocorre em diversos locais e, muitas vezes, com ferocidade até muito maior do que as que vemos nessa imagem.  Mas não foi o que acorreu nessa foto.
Conclusão
A foto é real, mas a história é falsa! O crime foi cometido pela multidão, mas o motivo das mortes foi outro.

http://www.e-farsas.com/cristaos-queimados-por-estarem-lendo-a-biblia.html


segunda-feira, 5 de outubro de 2015

A IMAGEM CULTUADA DE CRISTO NA CRUZ, NA VERDADE É A DE JUDAS (trecho do livro alinhado com a descoberta arqueológica)


Trecho de 320.000 ANOS - O LIVRO
Dos 80 sistemas solares sob o domínio do grupo de Anunnaki comandado por Anu, aquele que na Terra se colocou como “deus” e também como “diabo”, a ordem a seus comandados foi de inverter tudo relacionado à criação aprisionada (humanidade). É simples e extremamente eficiente, inverter os valores, sentidos e significados de tudo, inclusive a visão ótica dos seres. Os humanos sofreram uma manipulação genética que inverteu a sua visão {V2P127} (N.A. reconhecido pela própria ciência humana - lembre-se quando você pelo retrovisor de um automóvel, como está escrito a palavra "ambulância" - exemplo de visão revertida).
As inversões, além de serem regras de manipulação, em muitas situações eram também usadas como deboche sobre as dores e valores dos humanos. Um exemplo de inversão debochada, foi com relação ao culto dos humanos sobre a imagem de Jesus crucificado. Sempre houve a manipulação da história através das religiões. As religiões, todas, sem exceção, são criações de Anu (deus) e seus comandados. Sobre a suposta imagem de Jesus na cruz, na verdade quem foi crucificado foi Judas Iscariotes. Portanto, esta inversão debochada, fez com que a humanidade cultuasse a imagem de Judas, e não a imagem de Jesus. A imagem de um suposto traidor, e não a de um suposto libertador.
A vinda do Cristo, pois o nome Jesus era apenas de uma personalidade que animava o seu corpo físico, fazia parte do plano inicial de liberação do planeta Terra. Os anunnaki, liderados por deus (Anu), quando se deram conta do nascimento de um ser (Jesus), membro da equipe da geneticista siriana responsável pela criação (humanidade), implantada no planeta Terra, eles fizeram tudo que era possível para que o desenvolvimento da primeira parte do plano fosse prejudicado. As primeiras ações foram todas as formas de perseguições a Jesus enquanto o mesmo ainda não teria “re-acessado” a sua consciência de que ele tratava-se do Cristo (estado crístico é um estado além da consciência, um estado de Lucidez cortado de cada ser aprisionado neste planeta. Este não é um privilégio de um ser considerado especial por esta humanidade. Este é um estado comum a todos e na realidade, nada tem a ver com qualquer forma de espiritualidade, embora tomado e associado a todas as formas. Podemos comparar o estado crístico como uma maturidade alcançada pelos seres.).
Muitas ações contra a primeira equipe de solo foram promovidas, mas mesmo assim o que deveria ser feito, assim o foi e com louvor. Desconfiados e sem alcançar os resultados vibratórios {V2P188}, os anunnaki, que sempre tiveram cuidados com as inversões e manipulações, principalmente através das religiões, monitoraram todos os registros históricos e arqueológicos, para que a verdade sempre sofresse as suas inversões para que a humanidade jamais pudesse alcançar a verdade.
O Cristo, depois de concluir as suas missões em prol da humanidade aprisionada por deus (Anu), partiu deste planeta numa embarcação de Luz ainda usando o corpo físico que se chamava Jesus. Cientes disso, os anunnaki criaram uma “versão bem dolorosa” do ponto de vista emocional humano, pois a emoção é a maior vulnerabilidade dos humanos (inserida no cérebro reptiliano dos humanos {V2P134}), esta é a versão contada pelas religiões, a do Cristo crucificado, que na verdade foi Judas Iscariotes, o crucificado.
Versão dolorosa = tudo sobre Jesus é mentira semeada pelos anunnaki e o comportamento da humanidade é a prova real.





A MENSAGEM CHOCANTE QUE O PAPA FALOU NA CATEDRAL DE ST. PATRICK, EM NEW YORK*

"Em seu discurso no Congresso ontem, o Papa Francisco mencionou diversas pessoas pelo nome. Ele citou Lincoln, Martin Luther King, Papa Bento XV, Dorothy Day, Thomas Merton e várias outras importantes figuras históricas. Ele falou das suas conquistas e sacrifícios, de como serviram para inspirar muitos outros pelo que realizaram.
Por mais estranho que pareça, o único nome que o Papa Francisco esqueceu de mencionar foi o do Jesus Cristo.
É chocante que um homem tratado por milhões de católicos como o 'Vigário de Cristo' não tenha feito ao menos uma saudação ao pilar de sustentação de toda Igreja Católica.

Parece que o Papa Francisco decidiu ignorar a grande missão que Jesus deu a seus apóstolos no Evangelho de Mateus e escolheu usar a oportunidade de falar com milhões de americanos para discorrer sobre política e ambientalismo em vez de falar do único motivo dele ser Papa."
Keith Edwards, no American Thinker



http://jornalcelestial.portaldosanjos.net/2015/09/a-mensagem-chocante-que-o-papa-falou-na.html


sábado, 3 de outubro de 2015

Como acreditar em Deus afeta sua saúde mental

Esta semana, milhões de americanos não estão economizando esforços para ver o Papa Francisco em sua primeira visita aos Estados Unidos. Se você se lembra bem o que aconteceu aqui no Brasil da última vez que tivemos a visita de um Papa, deve imaginar o caos que está por lá.
Para aqueles que são devotos, a viagem para ver o papa ao vivo representa uma oportunidade única para obter bênçãos, de receber misericórdia por seus pecados e se sentir mais perto de Deus.
Mas, mesmo os católicos que não estão na primeira fila para a visita do Papa Francisco, veem os benefícios para sua crença.


Acreditar em Deus traz algum tipo de benefício (cientificamente falando)?


Uma série de pesquisas tem amarrado a religião com maior bem-estar e saúde mental em geral. Estes estudos descobriram que as pessoas devotas têm menos sintomas de depressão e ansiedade, bem como uma melhor capacidade de lidar com o estresse. Outros estudos sugerem que certas práticas religiosas podem até mesmo mudar o cérebro de uma forma que aumenta a saúde mental.
No entanto, a religião também poderia ser uma faca de dois gumes: as crenças religiosas negativas – por exemplo, de que Deus está punindo ou abandonando você – têm sido relacionadas com resultados prejudiciais, incluindo taxas mais elevadas de depressão e menor qualidade de vida.
Ateísmo pode substituir a religião: estudo mostra o porquê


Se mantenha positivo

De acordo com Kenneth Pargament, professor de psicologia nos Estados Unidos e especialista em religião e saúde, se as pessoas tiverem uma percepção amorosa e gentil de Deus, como se ele fosse um suporte, elas podem experimentar mais benefícios positivos por sua crença. Agora, se você enxergar Deus como um grande juiz, que está aí para punir todo mundo, isso pode fazer mal a sua saúde.
Benefícios da religião para a saúde mental
Um grande corpo de pesquisa – particularmente entre cientistas dos Estados Unidos – tem relacionado crenças religiosas com resultados positivos para a saúde mental. Por exemplo, um estudo de 2005 com adultos mais velhos descobriu que a crença religiosa serve como um amortecedor contra a depressão entre as pessoas em pior estado de saúde.
Além disso, um estudo de 2013 também descobriu que os pacientes que estão sendo tratados para problemas de saúde mental, como depressão ou ansiedade, respondem melhor ao tratamento se acreditam em Deus.
Em outra revisão de estudos sobre religião e saúde, o Dr. Harold G. Koenig, diretor do Centro para Espiritualidade, Teologia e Saúde no centro médico da Universidade Duke, nos Estados Unidos, descobriu que pessoas religiosas têm menos sintomas depressivos e parecem lidar melhor com o estresse. Segundo ele, uma das razões que explica isto é que a religião, aparentemente, dá às pessoas um senso de propósito e significado na vida, que os ajuda a dar sentido às coisas negativas que acontecem com elas.
A comunidade religiosa de uma pessoa também pode fornecer apoio e incentivo em tempos difíceis, o que soma esforços com tratamentos, tornando-os mais eficientes.


Religião e cérebro


Estudos sobre o cérebro de pessoas religiosas também podem fornecer uma explicação para a ligação entre religião e benefícios de saúde mental. De acordo com o Dr. Andrew Newberg, neurocientista da Universidade Thomas Jefferson, também dos Estados Unidos, pesquisas sugerem que a meditação e a oração meditativa (tais como uma oração que repete uma frase particular), ativam áreas do cérebro envolvidas na regulação de respostas emocionais, incluindo os lobos frontais.
Um estudo de 2010 conduzido por Newberg e seus colegas, que incluiu varreduras do cérebro desde budistas tibetanos a freiras franciscanas, descobriu que estes meditadores de longo prazo tinham mais atividade em áreas do lobo frontal, como o córtex pré-frontal, em comparação com pessoas que não eram meditadoras de longo prazo.


A religião de Einstein


O reforço destas áreas do cérebro podem ajudar as pessoas a serem mais calmas, menos reacionárias, mais capazes de lidar com situações difíceis.
É também possível que as crenças e ensinamentos defendidos por uma religião – como o perdão, amor e compaixão – possam ser integradas na forma como o cérebro funciona.
Afinal, quanto mais certas conexões neurais no cérebro são usadas, mais fortes elas se tornam. Por isso, se uma religião defende a compaixão, os circuitos neurais envolvidos no pensamento sobre compaixão ficam mais fortes. Logo, manter sentimentos e emoções positivas pode levar a redução nos hormônios do estresse.
Algumas religiões também defendem que os devotos fiquem longe de comportamentos de saúde de alto risco, tais como fumar, beber álcool ou exagerar no consumo de alimentos. Evitar estes comportamentos não saudáveis também poderia ser benéfico para o funcionamento do cérebro, segundo Newberg.


Desvantagens para os devotos


No entanto, a religião não tem sempre um efeito positivo sobre a saúde mental. O seu impacto depende das crenças de uma pessoa, e se os princípios da religião são aceitos pela comunidade, disseram os especialistas.
Por exemplo, se em vez de defender o amor e a compaixão, uma religião defender o ódio pelos não crentes, essas crenças negativas também se tornam parte da forma como o cérebro funciona, disse Newberg.
Em teoria, isso poderia, por exemplo, aumentar o nervosismo e estimular a liberação de hormônios do estresse.
Além disso, se algumas pessoas acreditam que uma condição de saúde – como a dependência química – é um castigo de Deus, elas podem ser menos propensas a procurar tratamento. E isso não tem como ser bom.
Os cientistas também descobriram que quando as pessoas acreditam que Deus as abandonou, ou quando elas questionam o amor de Deus por elas, elas tendem a sentir um maior sofrimento emocional, e até mesmo enfrentam um maior risco de morte. Se a religião abalada alguém a este nível, a convivência com a crença vai ser muito angustiante. [livescience]
Moral da história

http://hypescience.com/deus-saude-mental/



MILAGRES - Xamã ou louco?

Um homem com câncer procura um pastor Mayombe que realiza uma "cerimônia de troca de vida" envolvendo sacrifício com animais e espíritos dos mortos.

Click no leia mais ...vídeo....