domingo, 9 de abril de 2017

Inquisição na América Latina - History Channel


Para alguns parece desnecessário falar de religião, já diante de tantas coisas que já sabemos, porém, a religião não é algo inerte, neutro e inócuo na vida das pessoas, mas, sabemos o quanto a existência da religião é inteiramente prejudicial, nociva, e com uma natureza mortífera sempre com o objetivo de violentar de forma estuprativa as mentes das massas ingênuas e iludidas com promessas e produtos que não existe na feira de ilusões.
Querendo ou não, a religião afeta diretamente uma sociedade inteira, seja ela direta ou indiretamente, trazendo sérios danos e prejuízos a vida de alguém.
A religião não existe em prol da humanidade, mas de alienar e destruir as pessoas, cuja a premissa da religião é ensinar e condicionar as pessoas ter como meta a repressão e de ter a vida como meta de sacrifício constante em nome do inexistente chamado "Deus" que se acredita sendo o autor da vida, porém, o mesmo a proíbe as pessoas de viverem a própria vida que Ele mesmo criou e deu as pessoas "viverem". Não tem algo errado nisso, não?!
Atá, vão me dizer, que deus quer q vivamos a vida, mas não o pecado.....rsrsr....!!! Mas eu lhes faço uma pergunta: "O que é o pecado senão a negação de viver a si mesmo e também a negação a desfrutar livre e consciencialmente a vida?!"
Então essa ideia de santidade, é o oposto a vida e uma violação a própria livre natureza. 

O que é o céu senão um suborno, e o que é o inferno senão uma ameaça? 






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá caro leitor, deixe o seu comentário, será de grande importância o seu comentário aqui. Obrigado!! Volte sempre!!!