domingo, 16 de abril de 2017

Páscoa da Apropriação Cultural


Lembram daquela palhaçada sobre a qual eu falei a respeito de apropriação cultural, com turbantes sendo o alvo do pessoal chiliquento? Esse mesmo pessoal adora se apropriar da cultura alheia quando convém, e um desses exemplos é a Páscoa, uma festividade judaica que foi pega pelo cristianismo que misturou ritos pagãos, e que hoje tem tanta mescla de culturas alheias que nem mais se reconhece perante a festividade original.




Um comentário:

  1. Boa tarde...

    Inicialmente devo informar que não sou Cristão, nem tenho nenhuma forma ideal de voltar para a mesma.

    No vídeo foi dito e, pessoalmente, concordo verdadeiramente que na bíblia pouco é dito sobre os verdadeiro factos. No entanto, as pessoas tendem a acreditar no que se diz (mesmo não tendo fundamentos).
    No entanto, não pude deixar de comentar um dos temas que mais me revolta, dentro de toda a comunidade religiosa.
    O cristianismo afira-se como a única e original religião do Mundo (mesmo que nem tenha sido a primeira a existir). No entanto, como se pode confirmar, esta não passa de uma religião que se limita a copiar as verdadeiras tradições das religiões antigas e adapta-las à sua conveniência (sim, porque apenas deixam sobreviver o que lhes convêm).

    ResponderExcluir

Olá caro leitor, deixe o seu comentário, será de grande importância o seu comentário aqui. Obrigado!! Volte sempre!!!